(11) 4121-7372 / (11) 4330-1308 / (11) 93355-6566

Apesar da divulgação de diversas informações sobre o durante e o pós procedimento, muitos homens ainda resistem em fazer a vasectomia por medo de que a intervenção cirúrgica cause impotência sexual.

Entretanto, não há qualquer relação entre virilidade e esterilidade, e a partir da leitura desse artigo você entenderá o porquê. Acompanhe!

O que é a vasectomia?

A vasectomia é um método de contracepção cirúrgica recomendada para homens que não desejam mais ter filhos. Se trata de uma intervenção cirúrgica simples, rápida e segura, que não requer internação hospitalar e é feita por um urologista no consultório médico, sob anestesia local.

Na vasectomia, o médico corta os canais responsáveis por conduzir os espermatozoides dos testículos ao pênis. Dessa forma, os espermatozoides não são liberados durante a ejaculação, evitando que o óvulo seja fecundado e que ocorra a gravidez.

O homem que se submete à vasectomia continua ejaculando normalmente, embora o sêmen deixe de conter espermatozoides. E para que seja confirmado o sucesso da cirurgia, o urologista encarregado do procedimento solicita ao paciente que realize um exame espermograma, que mede a presença e quantidade de espermatozoides no sêmen.

De acordo com a legislação brasileira, o paciente que deseja se submeter à vasectomia deve ter no mínimo 25 anos ou pelo menos dois filhos nascidos vivos.

Virilidade x Esterilidade

Apesar de muitos associarem a vasectomia à impotência, do ponto de vista biológico essa associação não faz nenhum sentido. Afinal, não existe nenhum prejuízo ou vantagem orgânica com relação à potência ou à performance sexual e, ao contrário do que muitos pensam, a libido do homem que se submete à vasectomia tende a aumentar – e não diminuir – devido a maior produção de testosterona, o hormônio responsável por aumentar a libido.

A vasectomia é uma cirurgia feita apenas nos canais deferentes, ou seja, canais que estão dentro do escroto. Sendo assim, o pênis não é afetado e dessa forma não é possível que o procedimento cause impotência. No entanto, o que pode ocorrer é que no momento da relação sexual, alguns homens fiquem ansiosos, o que dificulta a ereção, especialmente durante as primeiras semanas, enquanto a região genital ainda está dolorida, por exemplo.

Saiba mais, entre em contato com a nossa Clínica Urodinâmica

Home